NEWS

Pagamentos Físicos e Digitais: Utilities adotam Smart PoS para evitar inadimplência do cliente

Created 25 mar 24
A solução de pagamento multicanal desenvolvida pela Bemobi já está operacional na Energisa, Equatorial, Neoenergia e Enel, quatro das maiores empresas de distribuição de energia do Brasil.

O uso de plataformas de pagamento multicanal é uma tendência crescente entre as utilities para melhorar a arrecadação de receitas e reduzir a inadimplência. Essa tecnologia engloba várias ferramentas, como sites, aplicativos móveis e WhatsApp. Embora os dispositivos físicos tradicionais, tecnicamente referidos como PoS (Ponto de Venda), não sejam novos, eles diferem dos inteligentes conhecidos como Smart PoS.

O caso da Equatorial, que atualmente emprega 2.600 desses dispositivos com seus eletricistas de campo, provou ser um mecanismo de pagamento altamente eficiente. No momento da desconexão do serviço, a empresa de serviços essenciais oferece a opção de pagamento com cartão de crédito e até planos de parcelamento. É aqui que o Smart PoS demonstra suas vantagens, pois têm a capacidade de se conectar com qualquer operadora na área onde o cliente está localizado, graças à sua capacidade de capturar até mesmo o sinal mais fraco em comparação com os dispositivos móveis convencionais.

Você pode saber mais sobre nossa solução de pagamento Omni Pay + Omni Engage para Utilities.

Este método de pagamento faz parte da solução desenvolvida pela Bemobi, que já foi implementada pela Equatorial. Outras empresas de distribuição, como Energisa, Neoenergia e Enel, também utilizam essas plataformas multicanais, cobrindo 56% da base de consumidores de energia no Brasil.

Segundo Denis Maia, vice-presidente de Desenvolvimento Corporativo da Bemobi, o uso de terminais inteligentes de ponto de venda entre as utilities aumentou em 35%, ampliando as oportunidades de evitar desconexões e reconexões. Além disso, a cobrança representa um custo significativo para as empresas, pois a terceirização desse processo não garante o pagamento do serviço e incentiva os clientes a recorrerem a conexões clandestinas para evitar a desconexão do serviço.

O uso desses terminais PoS inteligentes faz parte da nova geração de soluções digitais entre as utilities. Segundo Denis Maia, o débito automático representa menos de 30% dos pagamentos de contas. Os 70% restantes são divididos entre pagamentos físicos e online.

O Modelo Bemobi

A abordagem da Bemobi, que começou a operar no setor de utilities em 2023, envolve a implementação dessa tecnologia sem custo para as empresas na fase inicial, com processos de instalação geralmente levando cerca de 60 dias. A precificação é baseada em transações, com taxas ajustadas de acordo com o volume de clientes e outros parâmetros utilizados pelos canais fornecidos pela empresa. Com a Equatorial, a integração de canais foi realizada durante esse período, começando com 1.800 dispositivos Smart PoS (Ponto de Venda).

Nos quatro grupos de distribuidores atendidos, a Bemobi possui 4.000 dispositivos operacionais sob um modelo de leasing, que inclui manutenção. Neste ponto, Denis Maia antecipa que o número de Smart PoS entre esses tipos de empresas tem o potencial de alcançar 10.000.

Ter uma plataforma multicanal dessa natureza pode reduzir as despesas operacionais do sistema de pagamento em até 50%. Preferir um canal digital e fazer pagamentos com cartão de crédito é uma forma de aumentar os níveis de conformidade. É o mesmo mecanismo de fazer compras em sites, onde os detalhes do cartão, com o consentimento do cliente, são armazenados.

Para mais informações sobre nossas soluções de pagamento, por favor preencha o formulário a seguir, e entraremos em contato em breve.

crossmenu